Google+ Followers

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Doce de Leite Mineiro


Hoje é dia da Avó! E fiquei pensando: o que minha avó fazia na cozinha que eu mais gostava? Broinha de fubá? Rosquinhas de nata? Ah, o doce de leite! Mas aquele feito com leite gordo da vaca, in natura. Lembro-me bem que ela tinha um banquinho mais alto, para ficar assentada perto do fogão, porque esse doce demora e tem que ter paciência. A melhor dica, que eu testei e dá muito certo, é colocar um pires de porcelana "embocado" no fundo, para o leite não entornar quando ferver. Assim, pode ir fazendo outras coisas, enquanto vigia o doce. É lento, caprichado, secando aos poucos no tacho. E conversa vai, mistura mais um pouco, conversa vem... No final, ele fica clarinho, quase branco. É outra coisa comer um doce de leite caseiro, o sabor não chega nem perto desses de supermercado:
                     
Para o doce de leite cremoso:
4 litros de leite de vaca
1 quilo de açúcar

Coloque o leite em um tacho (ou panela grande e funda) e deixe ferver para ir secando, por mais ou menos 1 hora. Nesse tempo, vá mexendo o leite com uma colher de pau o tempo todo, para não criar uma casca no fundo do tacho e escurecer o doce. Quando notar que o leite está começando a encorpar, pode passar a mexer em intervalos de 10 em 10 minutos. Quando já tiver 1 hora que o leite está fervendo no tacho, coloque o açúcar e vá mexendo sem parar até que fique pastoso. Retire do fogo quando desprender do fundo da panela (ou antes um pouco, se quiser mais mole). Servir com queijo Minas.



Para o doce de leite de quadradinhos:
4 litros de leite de vaca
1 quilo de açúcar (eu prefiro menos doce, então coloco só 800 grs.)

Proceda da mesma forma que o doce cremoso. Deixe ferver até engrossar. Quando estiver bem grosso, coloque um pouquinho do doce em uma vasilha com água gelada, para sentir o ponto certo. Aperte um pouco na mão e veja a consistência firme.



Quando o doce estiver no ponto grosso, desligue o fogo e bata bastante com a colher de pau que estava misturando até sentir que ele pesou na colher ou seja, ficou açucarado e não escorre mais. Tem que ter braço forte, porque o doce vai ficando pesado! Despejar no balcão da cozinha untado com manteiga, nivelar, esperar esfriar e cortar. (É o mesmo processo de bater o pé de moleque)

Dica: quanto mais brando o fogo, mais clarinho ficará o doce no final.

Foto: Comofazeronline

4 comentários:

  1. Oiii minha xará de nome e também de apelido; que trem mais bão encontrar seu blog. E essdodileite então....... deliciaaaa tremdoidibão. Parabéns pela musica do Marcos Viana, um hino ao estado mais lindo do Brasil. Vou visitar o blog muitas vezes! Abrassprocê. Sucesso. Margarete, também Margô. Uberlândia, da linda MG

    ResponderExcluir
  2. Olá! Fiz o doce mas ele nao ficou como na foto :/ Fiz com 2lt de leite e 370 gramas de acucar. Na receita vc diz para colocar na agua gelada e depois tirar do fogo, nao entendi... Me desculpe a falta de experiência :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo, já editei a receita e agora está bem mais explicadinho, para não deixar dúvidas.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário: