03/10/2012

Receitas Antigas: uma preciosidade!



O meu objetivo inicial ao fazer um blog era tentar reunir em um só lugar, minhas receitas prediletas e aquelas mais antigas, que estão se perdendo no tempo e com isso, levando junto a memória do paladar de uma família. Como já disse, essa necessidade surgiu, quando comecei a notar que a maioria das receitas de minha família, eram guardadas “de cabeça”, quer dizer, às vezes era até inventada na hora. E as pessoas envelhecem, ficam mais esquecidas e levam consigo esses arquivos preciosos.

O olfato é uma das memórias mais antigas que qualquer pessoa tem.  Quem nunca vivenciou quando está na rua, ou em qualquer lugar e do nada, sentir um cheirinho de comida que te transporta lá para a infância... O passado retorna como um flashback, com gostosas lembranças. 

Após conseguir reunir algumas páginas amareladas que me foram emprestadas, pude perceber, não só a raridade da receita, mas também um estilo de vida familiar: poder aquisitivo, religiosidade, união e amizades. É possível ver a época, o que se usava, a linguagem antiga, utensílios que hoje nem se usam mais, tudo isso em uma caligrafia caprichada.

Tenho uma teoria: quanto mais suja de respingos de ovos, massa e líquidos for a folha de papel, melhor é a receita. É a melhor pista deixada de que ela foi preparada inúmeras vezes, para várias ocasiões e que fez muito sucesso... Por isso estão sujas, foram muito usadas. Observe se não tenho razão: olhe as suas próprias receitas e veja aquela que você mais gosta de preparar. Com certeza, tem sujinhos de cozinha!



     (Foto: pratoimprovisado.wordpress.com)

8 comentários:

Anônimo disse...

Margô, essa história de que quanto mais suja a página , melhor é a receita é a mais pura verdade. No meu caderno tem, no da minha querida mãezinha tem e da minha filha também.Como adoro escrever as receitas ao invés de imprimí-las, acho o máximo e também é uma boa lembrança. Nas receitas que escrevo coloco o dia, desenho o sol- qdo. ensolarado; se chove desenho nuvens com pinguinhos e nublado desenho sol entre nuvens, aprendi com minha mãe desde pequena. Enfim adoro cozinhar e vim aqui a procura de receitas antigas, por favor, poste mais que venho sempre aqui. Fique com Deus e obrigada por compartilhar.

Anônimo disse...

Amei seu blog e as receitas mineiras então...nem se fala! Todas de dar água na boca, vou começar a fazê-las. Abraço e obrigada por compartilhar.

Margô Brandão disse...

Obrigado!

Unknown disse...

Parabéns pelo blog, Margô! Tanto a apresentação quanto as receitas são de um luxo só. Luxo, mas com simplicidade. Receitas maravilhosas antigas das nossas mães.

Margô Brandão disse...

Obrigada!

Unknown disse...

Amei o blog!! Tudo a ver comigo porque tenho receitas antigas que coleciono com muito carinho!! Um abraço.

Unknown disse...

Parabéns pelo seu blog é maravilhoso e o briga por dividir conosco

Unknown disse...

Muitos anos,nao falo com vc.oerdi meu telefone é o número também,rsrsrsrsrs! Ô coisa difícil e te esquecer viu? Há uns anos ai,atrás,eu procurei uma receita de bolo de cenoura. Nao era um de cenoura simples nao,é um ,que até hj ,não vejo a receita. Só a vi com vc. É de cenoura com coco. Nao tem como te esquecer Mãe Tô. Obrigada,Vc ainda posta receitas? Um beijo,querida.