Google+ Followers

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Feijão Tropeiro com Couve Mineira


"A chave desta receita está na época em que Minas Gerais começava a ser desbravada por bandeirantes, por volta dos séculos XVII. Com a corrida pelo ouro, tropeiros ( primitivos homens de negócios, que compravam e vendiam de tudo) saíam de outros estados, rumo às minas cheias de ouro e outros metais preciosos. Os pratos que homenageiam esses viajantes, como o popular feijão tropeiro, são marcados por ingredientes típicos, ideais para quem percorria longas jornadas em busca de riqueza, não contava com grande variedade do cardápio, mas precisava de opções substanciosas.
Estes expedicionários levavam sempre na mala, muito feijão, farinha de mandioca, toucinho e café, alimentos mais fáceis de encontrar. A carne seca supria a necessidade de sal e ainda driblava a dificuldade de acesso à carne fresca. A estes ingredientes, acrescente couve picadinha e muita pimenta, acompanhamentos essenciais."           Fonte: imperiomineiro.com.br
        Foto: Arquivo Jornal Estado de Minas

Nos dias de hoje, o feijão tropeiro ganhou status de símbolo de MG, ganhando fama no Brasil e no mundo. Com o passar dos anos, foi sendo adaptado ao paladar regional, que deu à receita original muito mais sabor...          
          
Ingredientes para o Tropeiro:
1kg de feijão tropeiro roxinho ou carioca
500g de farinha de mandioca
6 ovos
1 cebola média cortada em cubos
1 colher de sobremesa rasa de tempero caseiro
1 concha de gordura de porco (pode ser o óleo que sobra da fritura de bacon)
1 maço de cheio verde
4 dentes de alho em cubinhos
300 grs. de linguiça de lombo, bem frita e cortada em rodelinhas
300g de toucinho de porco ou bacon
200 grs. de linguiça calabresa fina
um punhado (1 mão fechada) de couve só rasgada em pedacinhos

Modo de preparo:
Cozinhar o feijão , sem deixar que cozinhe demais. Os grãos devem ficar inteiros e mais duros do que de costume. Retire da panela e coe imediatamente, para interromper o cozimento e reservar.
Fritar o bacon e as linguiças e reservar. Fritar os ovos nesta gordura do bacon e reservar também. Na mesma panela colocar a gordura de porco ou óleo, fritar o alho, a cebola e o sal com alho e passar a couve rasgada.

Refogar o feijão e dê uma mexida para pegar gosto do tempero. Acrescentar a farinha aos poucos. Desligue o fogo e acrescente o bacon e por último os ovos. Servir com arroz com alho, lombo, linguiça, couve com alho e o torresmo.

Modo de fazer o torresmo:
Corte o toucinho em cubos, coloque numa tigela, junte o sal, 1 colher (sopa) de álcool e1/2 colher de fermento em pó (Pó Royal) e misture. Numa panela, coloque 1/2 copo de água, adicione os cubinhos de toucinho e frite-os em fogo baixo.

Couve Mineira:
Todo mundo quer saber o "segredo" da couve mineira, fininha, soltinha....Você pega com o garfo e não sai aquele monte de fiapos caindo. Saiba que para comprar a melhor couve, escolha aquela de folhas pequenas ou médias, verdinhas, molinhas. Acho que o nome é couve manteiga. Lave bem as folhas e retire o talo de cada folha. Coloque uma sobre a outra formando uma "pilha",  faça um rolo bem apertado das folhas e pique com uma faca bem afiada (cuidado para não se cortar). Aí é que está o "pulo do gato": A faca deve cortar o rolo de folhas como se cortasse um presunto fininho, não pode "dançar", "mascar" o rolo. Depois de cortar toda a couve bem fininha, deixe um pouco numa vasilha com água, enquanto prepara a panela.

                Foto: Delícias 101      

Numa panela, frite 1/2 xícara de bacon em cubinhos. Quando estiverem fritos, coloque um pouco de cebola picada, o tempero e refogue a couve.  Mexa rapidamente e aguarde 1 minuto em fogo baixo. Não deixe a couve "cozinhar", retire assim que ficar macia. E está pronta para servir.

5 comentários:

  1. rica essa dica da couve adorei...

    ResponderExcluir
  2. ótima essa receita,deu até água na boca....
    vou tentar fazer huuummmmmmmmmmmmmm

    ResponderExcluir
  3. hum que gostoso .....hummmmmmmmmmmmmmmmm

    ResponderExcluir
  4. Essa receita dá pra quantas pessoas?

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário: