Google+ Followers

sábado, 22 de setembro de 2012

Vaca Atolada Mineira

      Foto: Juliano Muzzi

Este é um prato típico da região de Minas Gerais. Na altura da chegada da Coroa Portuguesa ao Brasil, eram os tropeiros que carregavam as carnes (e outros bens) nas suas carroças. Quando eles iam da serra para a cidade de Minas Gerais, passavam por terrenos irregulares e íngremes. No período das chuvas os terrenos ficavam com muita lama e o gado que empurrava as carroças ficava encalhado e não prosseguia. Como transportavam carne de vaca e tinham que se alimentar quando encalhavam, fizeram um prato com mandioca e vaca ao qual chamaram de vaca atolada.

Já uma outra versão diz que que a origem do prato ‘Vaca Atolada’ surgiu no tempo da escravatura e, segundo registros históricos, quando uma vaca encalhava em algum atoleiro, ela era sacrificada e transformada em comida, sendo cozida com mandioca durante horas e que era a única oportunidade que os escravos tinham  pra comer carne bovina naquela época.  Daí o nome dessa delícia de culinária mineira.

Ingredientes:
1 kg de costela de vaca
2 cebolas picadas
4 dentes de alho amassados
2 tomates descascados, picados sem sementes
1 colher (sopa) de vinagre
1 colher (chá) de salsinha picada
3 cebolinhas verdes picadas
1 cubinho de caldo de carne
2 colheres (sopa) de óleo
1 kg de mandioca descascada e cortada em pedaços

Para adiantar o preparo (que é muito demorado e um teste de paciência, eu gosto de fazer em duas panelas:  uma para cozinhar a mandioca com sal e com muita água e outra para cozinhar a carne. Depois, eu junto tudo em uma só,

Tempere a costela de vaca em pedaços com a cebola, o alho amassado, sal e pimenta-do-reino.
Em uma panela, frite-a no óleo por alguns minutos até dourar. Junte o tomate sem sementes picado, o vinagre, a salsa, a cebolinha verde e água até cobrir a costela.  Cozinhe até a carne ficar macia.

Desligue o fogo, retire os ossos e dê uma desfiada  na carne (pedaços maiores, porque quando for juntar com a mandioca, ela vai desfiar sozinha mais ainda!).  Acrescente a mandioca cozida da outra panela, com caldo e tudo. Deverá ficar um creme grosso com a costela "atolada" nele. Acerte o tempero e servir com muito cheiro verde por cima.

8 comentários:

  1. Olá
    Sou português, mas gosto muito da comida brasileira. Uma amiga minha brasileira ( Marlete) fazia todos os dias numa tasquinha em Albufeira. Aprendi com ela, mas acrescento neste caldo um pouco de cenouras e também fica muito boa...
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. A receita indicada e pra quantas pessoas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juvanci, essa receita rende bem. Acho que para dá para umas 6 ou 7 pessoas.

      Excluir
    2. Obrigado. Vou faze-la para 50 pessoas e caso tenha um tempinho e queira dar umas dicas serão bemvindas. Sucesso!

      Excluir
    3. Li sua orientação quanto ao preparo e em determinado momento voce orienta para cortar a carte em pedaços maiores, acho que seria menores.

      Excluir
    4. Desfiar em pedaços maiores, porque quando for juntar com a mandioca, ela vai desfiar sozinha mais ainda à medida que vai mexendo com a colher! Se desfiar pequenininho, a carne vai acabar "sumindo" no caldo!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário: