17/08/2012

Fubá Suado



O fubá suado garante a “sustança” do viajante. Parece uma farofa, feita com fubá de moinho d’água, leite ou água e uma pitada de sal. No café da manhã , ele tem espaço assegurado. Vai bem com cobertura de queijo mineiro. Para isso coloque o queijo em pedaços, tampe por alguns minutos e retire do fogo.

Pode ser servido doce, com rapadura raspada ou leite queimado. E pode ser servido salgado, juntando torresmo, bacon ou ovo frito. Doce ou salgado é opção de primeira para o desjejum. No acompanhamento para churrasco também é ótimo, juntamente com um vinagrete. O fubá suado é uma receita semelhante ao cuscuz porém mais simples. Simplesmente mineira. (Mariza Plácido)

Ingredientes:
2 xícaras de chá de fubá
1 xícara de chá de bacon picado em tiras1 xícara de chá de pimentão vermelho e amarelo picados
1 xícara de chá de cheiro-verde picado
1 cebola picada em cubos
2 colheres de manteiga
Pimenta-do-reino e sal a gosto
Molho de pimenta a gosto

Modo de fazer:
Coloque no fogo uma panela larga. Nela adicione o fubá e mexa um pouco para aquecê-lo.
Despeje, espalhando, meio copo de água e mexa bem desfazendo os grumos que irão se formar. Acrescente aos poucos o restante da água mexendo sempre atá sentir que todo o pó está umedecido (não necessariamente molhado, apenas umedecido). Mexa de vez em quando e se achar que está muito seco, vá pingando aos poucos mais umas duas colheres de água. É pra cozinhar o fubá sem formar um mingau.
Quando estiver quase cozido (o fubá muda de cor e perde o cheiro forte).  Reserve. Em uma outra panela, coloque o bacon e deixe fritar mexendo de vez em quando (não precisa colocar óleo). Assim que estiver frito, retire e coloque em um papel toalha, para absorver bem o excesso de gordura. Depois, refogue a cebola até ficar transparente. Adicione os pimentões e refogue. Coloque a manteiga e o fubá que estava reservado, mexendo sempre. Adicione sal a gosto, a pimenta do reino e o molho de pimenta. Se estiver muito seco, adicione um pouco de água. Desligue o fogo e tampe a panela por alguns minutos. Adicione o cheiro-verde e sirva.
Fonte aqui:

4 comentários:

arlete vendrame disse...

muito bom ,uma delicia!

Anônimo disse...

Muito bom

Jose Geraldo S F Oliveira disse...

Olá: é a receita mais honesta que encontrei, ou seja no sentido de mais fiel às tradições mineiras. Fui criado, na minha infância com esta iguaria; ia para a escola alimentado pelo fubá suado.Tenho uma receita bem antiga,da minha vó,que fazia tudo de cabeça, sem usar qualquer escrito. Bem mais tarde ela ditava tantas receitas para mim, as quais preservo com carinho. - Mas fiz esta do seu blog. Saborosa também e com "sustança", como gosta de dizer o mineiro. Parabéns. José Geraldo.

Silvio disse...

Minha mãe nos criou com esta receita centenas de vezes foi nosso café da manhã, e a pouco tempo vi os netos comentando no grupo de whatszap da familia e que estavam com saudades.